Dário Pequeno Paraíso (1991),  filho de são-tomenses residentes em Portugal, é um fotógrafo e videografo freelancer. Estudou Administração Pública no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (2009-2013). 

Chegou, pela primeira vez, em 2014 a São Tomé e Príncipe decidido a conhecer as suas origens, traços e motivações existenciais, dando os primeiros passos nas áreas criativas. Totalmente autodidacta, em 2014 começou a usar a fotografia como interlocutor das diferenças sociais, económicas e culturais que vai descobrindo e conhecendo. Entre pequenas intervenções fotográficas e colaborações na área, Dário Pequeno Paraíso procura revelar pelo seu olhar a simplicidade do quotidiano urbano e rural, os movimentos e as energias do que o rodeia. 

//

Dário Pequeno Paraiso (b.1991), son of santomeans residents in Portugal, he is a freelance photographer and videographer. He studied Public Administration at the Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (2009-2013).

He arrives at Sao Tome in 2014 for the first time and decided to learn about his origins, traits and existential motivations, taking the first steps in the creative areas. Fully self-taught, in 2014 he began to use photography as an interlocutor of the social, economic and cultural differences that he discovers. Between small photographic interventions and collaborations in the area, Dário Pequeno Paraíso seeks to reveal through his eyes the simplicity of urban and rural daily life, the movements and the energies of what surrounds him.



Clients & collaborations:

SP Televisão // HBD Investment Group // CST  // Kosmos Energy STP // Ogilvy // Valúdo // Kennyson Sao Tome // UNITEL STP


EXPOSIÇÕES FOTOGRÁFICAS / EXHIBITIONS :

2017: "ILHANDO", Galeria CACAU - São Tomé e Príncipe


LIVROS&ARTIGOS / BOOKS&ARTICLES :

2018: MUNDO CRÍTICO - Revista de Desenvolvimento e Cooperação - MODOS DE VER: " Foi pelo olhar da minha mãe que vi o mundo"

2018: "Mulheres de São Tomé e Príncipe", um projecto ACEP com texto de Ana Cristina Pereira

2016: "Racismo em Português: o lado esquecido do colonialismo", texto de Joana Gorjão Henriques


CINEMA :

2017: "MINA KIÁ", um filme de Katya Aragão 

Using Format